Verifique se entregamos em sua cidade clicando aqui.

A prevenção é o melhor remédio.

  • 2 min ler

A prevenção é o melhor remédio.

Hipócrates, o pai da medicina, disse há cerca de 2 mil anos que “Todas as doenças começam no intestino”. E também é a partir dele que podemos curar e prevenir através de alimentos reais que regulam e otimizam funções em nosso corpo como expressão gênica, hormônios, química cerebral, sistema imunológico, microbioma intestinal e muito mais.

Somos genéticamente adaptados ao ambiente de nossos ancestrais. A nutrição sofreu impactos importantes com as mudanças da agricultura e pecuária após a introdução de técnicas de processamento de alimentos que foram aplicados nos últimos 100 anos. O genoma humano era adaptado a uma dieta rica em frutas, vegetais, proteínas e amidos. Os 10.000 anos desde o primeiro cultivo de cereais e particularmente os últimos 30 anos de predominância de alimentos processados não foram o suficiente para que o genoma humano se adaptasse às dietas industrializadas com valor nutricional baixo. As doenças crônicas podem resultar de uma discordância evolutiva com as dietas modernas. As concentrações de fitonutrientes na dieta diminuíram significativamente devido à redução da ingesta de vegetais (atualmente apenas 17 espécies de plantas são consumidas em aproximadamente 90% das dietas no mundo). Dessa forma, passamos a ter um aumento crescente de doenças crônicas, nos custos de saúde e assistência médica.

Em relação ao câncer, as estratégias de prevenção se concentram na modificação de fatores de risco ambientais e de estilo de vida como tabagismo, álcool, dieta pobre em frutas e vegetais, excesso de peso, sedentarismo, entre outros que promovem o câncer. Estima-se que 50% do câncer é evitável. Em um grande estudo de corte da dieta mediterrânea (alta ingestão de frutas, vegetais, nozes, legumes, pão integral, peixe e azeite), um aumento de dois pontos na conformidade da dieta (em uma escala de 10 pontos) foi associado a um risco 4 a 12% menor de câncer. Componentes específicos da dieta e padrões alimentares gerais são estudados em relação ao risco de câncer com resultados promissores. Portanto, investir em prevenção será sempre o melhor custo benefício a longo prazo que podemos obter.

Escrito por Dra Georgia Zattar.

Médica especializada em saúde, performance e longevidade.

Buscar

    >